Google+ Followers

terça-feira, 27 de março de 2018

03 DE ABRIL - MANIFESTAÇÃO NACIONAL PELA PRISÃO DE LULA!

#LULA ENJOYING FREEDOM , BRAZILIAN SUPREME COURT (STF) PLACED BY THEIR OWN MINISTERS IN THE WORST POSITION / Quando você vai acordar


#LULA ENJOYING FREEDOM , BRAZILIAN SUPREME COURT (STF) PLACED BY THEIR OWN MINISTERS IN THE WORST POSITION
SOURCE/LINK: https://www.institutomillenium.org.br/artigos/lula-solto-stf-na-lona/
[LULA SOLTO, STF NA LONA]
SOURCE/LINK: http://claudiolessa.com/?tag=francois-guizot
“When politics penetrate in the Courts’ chambers, Justice leaves through some door.” (François Pierre Guillaume Guizot, 1787-1874)
“Countries whose constitutions allow politicians to hold special court privileges, while the same politicians are the ones who appoint judges for those same courts, are pigsties, madhouses legalizes as nations.” (Jose Marcio Castro Alves) 




COMMENT




Today, Thursday, March 22, 2018, a historic day and by extension a day in which will be put to the test the independence of the institution called Brazilian Supreme Federal Court. All are equal before the law, without distinction of race, creed, of their position in the political scene and of their economic situation. That is, even for those who are at the top of the moneyed class, which are very few in Brazil, the law must also reach them. This is contained in the Brazilian Federal Law, which is our Constitution of the Brazilian Federative Republic of 1988.


Former President Lula can not be or pretend to be unreachable by law. But we see that there are attempts, since Judge Sérgio Moro sentenced him to more than 10 years in prison, a sentence confirmed by the competent Federal Regional Court, unanimously, there are maneuvers outside and inside the STF for Lula to have differential treatment.

The people, without distinction and impartially, have to submit to Brazilian laws. If he commits a crime, he responds to a judicial process and is convicted, he will serve sentence determined by the dosimetry determined in the sentence.


Why unsuccessful attempt, often unscrupulous, to rid an ex-president of the chain who, along with his successor in charge of a nation rich in all natural and social quarters, sank Brazil into a crisis like never seen before, witnessed and felt?


There is the enigmatic occult character prowling the Brazilian Institutions in charge of maintaining morality with effective and relentless performance (Federal Police, Federal Public Ministry and Federal Justice). May the ladies and ladies ministers of the highest court of Brazil honor the position and position they occupy. They represent the entire Brazilian judicial system. Your mission is with the Brazilian people.

==//==
COMENTÁRIO




Hoje, quinta-feira, 22 de março de 2018, um dia histórico e por extensão um dia no qual será colocado à prova a independência da instituição chamada Supremo Tribunal Federal. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de raça, credo, de sua posição no cenário político e de sua situação econômica. Ou seja, mesmo para àqueles que estão no topo da classe endinheirada, que são pouquíssimos no Brasil, a lei também deve alcançá-los. Isso consta na Lei Maior do Brasil, que é nossa Constituição da República Federativa Brasileira de 1988.


O ex-presidente Lula não pode estar ou ter a pretensão de ser inalcançável pela lei. Mas vemos que há tentativas, desde que o Juiz Sérgio Moro o condenou a mais de 10 anos de prisão, sentença confirmada pelo Tribunal Regional Federal competente, unanimemente, há manobras fora e dentro do próprio STF para que Lula tenha tratamento diferenciado.

O povo, sem distinção e de forma imparcial, tem que submeter-se às leis brasileiras. Se comete crime, responde a processo judicial e sendo condenado, cumprirá pena determinada pela dosimetria determinada na sentença. 


Por quê tentativa, muitas vezes inescrupulosas, para livrar da cadeia um ex-presidente que junto com sua sucessora no comando de uma Nação rica em todos os quadrantes naturais e sociais, afundou o Brasil em uma crise como nunca antes visto, presenciado e sentido? 


Há o enigmático caráter oculto rondando as Instituições Brasileiras encarregadas de manter a moralidade com atuação eficaz e implacável (Polícia Federal, Ministério Público Federal e Justiça Federal). Que os senhoras e senhoras ministros e ministras da altíssima corte do Brasil honrem o cargo e posição que ocupam. Representam todo o sistema judiciário Brasileiro. A missão de vocês é com o povo brasileiro. 


SOURCE / LINK: https://www.institutomillenium.org.br/artigos/lula-solto-stf-na-lona/

being at worst, very bad; fallen on the floor.
#LULA ENJOYING FREEDOM, BRAZILIAN SUPERIOR COURT (STF) PLACED BY THEIR OWN MINISTERS IN THE WORST POSITION
Lula loose, STF on canvas

Helio Gurovitz
    Home |
03/24/2018
For ordinary citizens, what happened in yesterday's session of the Federal Supreme Court (STF) was simple: the country's highest court decided to prohibit the arrest of former president Luiz Inacio Lula da Silva.
It matters little that it was an "injunction" (provisional decision), on top of a "habeas corpus" (petition) whose "merit" (content) was not even analyzed or voted upon. Ordinary people do not know what these words mean. Lula will be loose, that's what he understands.
The ex-president condemned for having received as a kickback a reformed apartment specially for him in Guarujá can count on his freedom at least until next April 4, when the STF will meet again to discuss the matter.
Any other convicted person in the Federal Regional Court of the 4th Region (TRF-4) begins to serve his sentence as soon as all the resources are exhausted. Lula does not. The TRF-4 will vote next Monday the last objections of the defense, called "declaration embargos". They do not have the power to change the sentence. Even so, by the Supreme's decision, he will not be arrested at the end of the vote.
See more of Helio Gurovitz:
How to understand the fascination with chavismo?
Facebook and the 2018 election
The privileges of the functionalism
The supreme grace granted to Lula is the result of errors by ministers who preferred to see him imprisoned and an unusual sense of opportunity for his defense, represented by lawyer José Roberto Battochio, who knew how to apply the right maneuver at the right time.
The first mistake was made by the president, Minister Carmen Lúcia, by taking to the vote Lula's specific request to avoid being arrested instead of the Declaratory Constitutional Actions (ADCs) that would allow the Court to make an objective decision regarding the ambiguous situation that surrounding the enforcement of sentences after the decision in the second instance.

By a decision taken in 2016, the STF authorized, but did not require, the commencement of the sentences after the decision of the second instance. An objective criterion has not been established to say when keeping someone in prison or released is unconstitutional. In the absence of it, the "habeas corpus", "injunctions" and quetais industry prevails, whenever the defendant can afford the cost of a starred defense.

What could have been a productive discussion, with repercussion on the whole of the Brazilian Justice, became a specific debate on the case of Lula. The way was open for our ministers to practice their favorite sport: the political maneuver.

The second error was committed by the Lula habeas corpus rapporteur, Minister Edson Fachin. Instead of reading his vow authorizing the arrest, he preferred to question the court's own jurisdiction to decide. On the basis of a technical question, he argued that habeas corpus was not the appropriate "legal instrument" in this case.

A new breach was opened, this time for the ministers to exercise a second sport, in which they have unquestionable proficiency: the lenga-lenga. And they give him Lewandowski, Toffoli, Marcus Aurelius, Fux, Celso, Gilmar ... They spent more than three hours speaking that language that nobody understands - in everything similar to Portuguese - until deciding if they could make a decision. As the discussion progressed, it became clear that it would be impracticable to close the issue at that session.
It was there that Lula's defense realized the opportunity created by procrastination. Battochio argued that it would be unfair to comply with the TRF-4's decision for imprisonment while the trial was pending. As the STF plenary does not meet today or next week, everything should be suspended until April 4. So it was decided.
It was possible to perceive, through the ministers' vote, that Lula has every reason to be optimistic about the decision they will make on the return of the Easter retreat. In the first vote, to decide if they could decide, two of those who were expected to vote against Lula entered the game of procrastination: Alexandre de Moraes and Rosa Weber. Score: 7 to 4.
In the vote to accept the demand of Battochio, the situation was a little tighter, 6 to 5, because Moraes rejected it. Even so, Rosa was on the defense side. In 2016, it was against serving penalties after the decision of the second instance. But he has respected the court's decision, both in individual decisions and in the votes of the First Class, to which he belongs. It was hoped, coherently, that he hold this position in the case of Lula - it is, after all, a specific case, not a comprehensive one.
It is not yet known how she will vote when the trial is resumed. 
In speaking, however, Rosa hinted that in the plenary, everything is back to being open. Each minister would therefore be free to vote according to his own conscience, not according to the previous collegial decision (taken, for example, around another habeas corpus, hence its fragility).
The expectation about Rosa's vote, therefore, has changed. As Minister Luiz Fux recalled, at a rare moment when Portuguese was spoken at the Court, Battochio's request yesterday is not in essence different from the original habeas corpus that asks Lula not to be arrested. In both cases, it is necessary to keep him or her free until a new court decision.
When the STF returns to the subject, the next day 4, the expectation is that it repeats the score of the last vote of yesterday, 6 to 5 in favor of Lula. If this happens, it will have changed, for practical purposes, the Court's understanding of the post-second instance prisons, since any lawyer can invoke Lula's case to free his client.
Operation Lava Jato and its counterparts will be weakened, as the accused will know that the prison will once again be a mirage, since it has millions of dollars to finance the starry lawyers who dominate the "liminal", "habeas corpus" , "Merits" and complaining. That was what both Carmen and Fachin did not want to happen. It is, it seems, what they will reap with their mistakes.
And Lula will remain loose, campaigning for the country.
Source: "G1", 03/23/2018
    • Democracy Habeas Corpus helio gurovitz Luiz Inácio Lula da Silva Supreme Federal Court (STF)

REFIS: good idea, bad incentives


==//==
SOURCE / LINK: https://www.facebook.com/events/480590279005844


1st Great Act Against the STF
Public
· Organized by “Direita São Paulo

I'm interested
To invite

clock
Sunday, April 1 at 2:00 p.m. - 5:00 p.m. UTC-03
Showers Showers Showers Showers Showers Showers Showers
pin
Av Paulista, 900
Show Map
     •
     • Free
     •

     • About
     • Discussion



203 people attending · 522 interested
Share this event with your friends
To invite


Details
We can no longer support the STF by tearing up the Constitution and manipulating the laws to benefit pet politicians!
#LulaNaCadeia
Map Location Directions Directions From

Right
Political Organization · London
Civil organization that fights for the recovery of the conservative values: family, homeland, religious freedom, economic freedom and respect to the armed forces.


==//==
SOURCE/LINK: https://www.facebook.com/events/480590279005844


1º Grande Ato Contra o STF
Público
· Organizado por Direita São Paulo

Tenho interesse
Convidar

clock
Domingo, 1 de abril às 14:00 – 17:00 UTC-03
Próxima semana · 19—28° Parcialmente nublado
pin
Av Paulista, 900
Exibir mapa
    • 
    • Gratuito
    • 

    • Sobre
    • Discussão



203 comparecerão · 522 interessados
Compartilhe este evento com seus amigos
Convidar


Detalhes
Não podemos suportar mais o STF rasgando a Constituição e manipulando as leis para beneficiar políticos de estimação!
#LulaNaCadeia
Sobre Direita São Paulo

Direita São Paulo
Political Organization · São Paulo
Organização Civil que luta pelo resgate dos valores conservadores: família, pátria, liberdade religiosa, liberdade econômica e respeito às forças armadas.





THE END










#Judge Moro Press Conference in “Roda Viva” /Entrevista Sérgio moro revela tudo no roda viva 26/03/2018


1º Grande Ato Contra o STF - clock Domingo, 1 de abril às 14:00 – 17:00 Av Paulista, 900 Exibir mapa


SOURCE/LINK: http://claudiolessa.com/?tag=francois-guizot


When politics penetrate in the Courts’ chambers, Justice leaves through some door.” (François Pierre Guillaume Guizot, 1787-1874)

“Countries whose constitutions allow politicians to hold special court privileges, while the same politicians are the ones who appoint judges for those same courts, are pigsties, madhouses legalizes as nations.” (Jose Marcio Castro Alves) 




SOURCE / LINK: https://gauchazh.clicrbs.com.br/cultura-e-lazer/tv/noticia/2018/03/sergio-moro-sera-o-vistos-do-ultimo-roda-viva-com- augusto-nunes-cjeoadsv6028201r4k6uni6po.html



#Judge Moro Press Conference in “Roda Viva” 

Sergio Moro will be the interviewee of the last "Roda Viva" with Augusto Nunes

Magistrate will participate in the program of TV Cultura on Monday. This will be your first live interview on a television channel

Sergio Moro will give his first live interview to a television channelAndré Ávila / Agencia RBS
Judge Sergio Moro will be the guest of the program Roda Viva this Monday (26). This will be the first interview given live by the magistrate to a television station. It will also be the last time the journalist Augusto Nunes runs the program.

In front of the interview stand broadcast by TV Cultura since 2013, Nunes wrote a text for the magazine Veja, of which he is a columnist, stressing the importance of interviewing in his last program the judge who commanded Operation Car Wash, one of the most influential personalities in Brazil.
Read more
            ▪ "I am neither Marxist nor liberal," says José Padilha, who makes two productions in March

"The magistrate who symbolizes Operation Car Wash will speak for 90 minutes with five journalists from the very first time. Millions of viewers will witness a testimony that Brazil has been anxiously awaiting for at least three years.To me, there could be no more honorable farewell "wrote Nunes, who had already integrated the Roda Viva interviewing staff between 1986 and 1990.

In this special edition, which starts at 10:15 pm, the program will also include Sérgio Dávila, executive editor of Folha de S. Paulo newspaper, João Caminoto, director of journalism at Grupo Estado, Daniela Pinheiro, writing editor of Época magazine, Fernando Miter , director of journalism at Band, and journalist Ricardo Setti.
Who will replace Augusto Nunes in the presentation of the program is journalist Ricardo Lessa, who helped create the interview program Entre Aspas, Globo News.

    • More about:
    • sergio moro
    • live wheel
comments



Most read
      1
          PHOTOS: know the berth for tourist boats in Porto Alegre
      
      2
          Accused of killing child by poisoning and husband with hatches goes to jury on Tuesday
      
      3
          "The Mechanism": Understand the controversy surrounding the Netflix series on Operation Lava-Jet
      
      4
          Interview with Sergio Moro is the most talked about subject in the world by Twitter
      
      5
          The dispute between Beira-Rio and Arena: only one stadium will be chosen
      

Get the best of GaúchaZH for free in your email and always stay current.
Please enter a valid email address


Latest tv
                  It gave bad
          MTV's reality show kicks off due to physical assault
              
      Stats Content - 03/26/2018 - 18:10
      
                  Reality and fiction
          "The Mechanism": Understand the controversy surrounding the Netflix series on Operation Lava-Jet
              "This program is a work of fiction freely inspired in real events. Characters, situations and other elements have been adapted for dramatic effect. " The warning in the opening credits of the series O Me ...
      GaúchaZH - 03/26/2018 - 16:10
      
                  Mark of achievement
          "Representativeness matters, yes", says Lázaro Ramos, who will debut two new seasons on TV
              Lázaro Ramos does not stop. So much so that it will debut two shows on TV in a few weeks. This Monday (26), at 9.30 pm, begins to present the 13th season of Mirror, in the Channel Brazil. In the mid ...
      03/26/2018 - 03:55 PM
      
                  Turnaround
          "The Other Side of Paradise": Beatriz is found alive and should help Clara to do away with villains
              If Clara (Bianca Bin) is going through some difficult times with the villains of The Other Side of Paradise, a twist on the novel at nine will help her. In scenes that are expected to air in the coming weeks, ...
      03/26/2018 - 15:43
      
                  Ball out
          Claudia Leitte is criticized after saying that woman came from Adam's rib
              In a debate on genders and professions in the meeting with Fátima Bernardes this Monday (26), Claudia Leitte made a relationship that left social networks troubled. When the guests ...
      03/26/2018 - 13:14
      
More tv

Latest from gaúchazh
                  NEW EMBARGOES
          Lula's defense will try new appeal in STF
      Cláudio Brito - 03/27/2018 - 5h31min
                  s

==//==

SOURCE/LINK: https://gauchazh.clicrbs.com.br/cultura-e-lazer/tv/noticia/2018/03/sergio-moro-sera-o-entrevistado-do-ultimo-roda-viva-com-augusto-nunes-cjeoadsv6028201r4k6uni6po.html

Juiz sabatinado
Sergio Moro será o entrevistado do último "Roda Viva" com Augusto Nunes
Magistrado participará do programa da TV Cultura nesta segunda-feira. Essa será sua primeira entrevista ao vivo a um canal de televisão
12/03/2018 - 10h59minAtualizada em 26/03/2018 - 15h00min
    • 
Sergio Moro vai conceder sua primeira entrevista ao vivo a um canal de televisãoAndré Ávila / Agencia RBS
O juiz Sergio Moro será o convidado do programa Roda Viva desta segunda-feira (26). Essa vai ser a primeira entrevista concedida ao vivo pelo magistrado a uma emissora de televisão. Também será a última vez que o jornalista Augusto Nunes comanda o programa.
À frente da bancada de entrevistas transmitida pela TV Cultura desde 2013, Nunes escreveu um texto para a revista Veja, da qual é colunista, ressaltando a importância de entrevistar, em seu último programa, o juiz que comandou a Operação-Lava Jato e tornou-se uma das personalidades mais influentes no Brasil. 
Leia Mais
            ▪ "Não sou marxista nem liberal", diz José Padilha, que estreia duas produções em março
      
            ▪ Dilma Rousseff ataca "O Mecanismo", de Padilha: "Cineasta propaga fake news"
      
            ▪ "O Mecanismo": fatos recentes da política no Brasil viram ficção em série da Netflix sobre a Lava-Jato  
      
"O magistrado que simboliza a Operação Lava-Jato vai conversar durante 90 minutos com cinco jornalistas do primeiríssimo time. Milhões de telespectadores testemunharão um depoimento que o Brasil inteiro aguarda com ansiedade há pelo menos três anos. Para mim, não poderia haver despedida mais honrosa", escreveu Nunes, que já havia integrado a bancada de entrevistadores do Roda Viva entre 1986 e 1990. 
Nesta edição especial, que inicia à 22h15, o programa contará também com Sérgio Dávila, editor-executivo do jornal Folha de S. Paulo, João Caminoto, diretor de jornalismo do Grupo Estado, Daniela Pinheiro, diretora de redação da revista Época, Fernando Mitre, diretor de jornalismo da Band, e o jornalista Ricardo Setti.
Quem substituirá Augusto Nunes na apresentação do programa é o jornalista Ricardo Lessa, que ajudou a criar o programa de entrevistas Entre Aspas, da Globo News.
    • Mais sobre:
    • sergio moro
    • roda viva
Comentários



Mais lidas
      1
          FOTOS: conheça o atracadouro para barcos turísticos em Porto Alegre
      
      2
          Acusada de matar filho por envenenamento e marido a machadadas vai a júri nesta terça-feira 
      
      3
          "O Mecanismo": entenda a polêmica que envolve a série da Netflix sobre a Operação Lava-Jato
      
      4
          Entrevista com Sergio Moro é o assunto mais comentado no mundo pelo Twitter
      
      5
          A disputa entre Beira-Rio e Arena: apenas um estádio será escolhido
      

Receba gratuitamente o melhor de GaúchaZH no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.
Insira um e-mail válido


Últimas de tv
                  Deu ruim
          Participante é expulso de reality show da MTV por agressão física
               
      Estadão Conteúdo - 26/03/2018 - 18h10min
      
                   Realidade e ficção
          "O Mecanismo": entenda a polêmica que envolve a série da Netflix sobre a Operação Lava-Jato
              “Este programa é uma obra de ficção inspirada livremente em eventos reais. Personagens, situações e outros elementos foram adaptados para efeito dramático”. O aviso nos créditos iniciais da série O Me...
      GaúchaZH - 26/03/2018 - 16h10min
      
                  Marca da conquista
          “Representatividade importa, sim”, diz Lázaro Ramos, que estreia duas novas temporadas na TV
              Lázaro Ramos não para. Tanto que vai estrear dois programas na TV em poucas semanas. Nesta segunda-feira (26), às 21h30min, começa a apresentar a 13ª temporada de Espelho, no Canal Brasil. Em meados d...
      26/03/2018 - 15h55min
      
                  Reviravolta
          "O Outro Lado do Paraíso": Beatriz é encontrada viva e deve ajudar Clara a acabar com vilões
              Se Clara (Bianca Bin) está passando por momentos difíceis com os vilões de O Outro Lado do Paraíso, uma reviravolta na novela das nove vai auxiliá-la. Em cenas que devem ir ao ar nas próximas semanas,...
      26/03/2018 - 15h43min
      
                  Bola fora
          Claudia Leitte é criticada após dizer que mulher veio da costela de Adão
              Em um debate sobre gêneros e profissões no programa Encontro com Fátima Bernardes desta segunda-feira (26), Claudia Leitte fez uma relação que deixou as redes sociais incomodadas. Quando os convidados...
      26/03/2018 - 13h14min
      
Mais tv

Últimas de gaúchazh
                  NOVOS EMBARGOS
          Defesa de Lula tentará novo recurso no STF
      Cláudio Brito - 27/03/2018 - 5h31min
                  Segurança
          Assaltantes fazem refém e explodem caixa eletrônico em Cerro Grande do Sul
              Um caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal foi alvo da ação de criminosos na madrugada desta terça-feira (27), em Cerro Grande do Sul, região sul do Estado. As informações iniciais são de que a aç...
      Noele Scur - 27/03/2018 - 5h25min
                  Economia
          IPC-Fipe cai 0,12% na 3ª quadrissemana de março
              O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, caiu 0,12% na terceira quadrissemana de março, desacelerando o ritmo de queda em relação à segunda quadrissemana do ...
      Estadão Conteúdo - 27/03/2018 - 5h14min
                  Economia
          Lagarde diz que recuperação da zona do euro é exemplar, mas pede reformas
              A maneira como a zona do euro saiu da forte recessão do início da década é exemplar para o restante do mundo, mas o processo de integração da região tem de se aprofundar para diminuir os efeitos de ev...
      Estadão Conteúdo - 27/03/2018 - 5h4min
                  Economia
          Kuroda, do BoJ, diz que perdas com JGBs não prejudicarão credibilidade do iene
              O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, minimizou hoje preocupações com o possível impacto do futuro aperto da política monetária na saúde financeira da própria inst...
      Estadão Conteúdo - 27/03/2018 - 4h59min
Mais gaúchazh

No GaúchaZH, você encontra as últimas notícias de Porto Alegre e do RS, colunistas exclusivos, esportes, Grêmio, Inter, economia, política, cultura e mais.
whatsapp gaúchaZH
51 99667 4125
    • 
assine gaúchazh
    • Anuncie
    • Trabalhe conosco
© 2000 - 2017 Grupo RBS
No arGaúcha Hoje
05:00 - 08:00

    • Porto Alegre

==//==
SOURCE / LINK: http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,moro-defende-prisao-em-segunda-instancia,70001951509
About Us

Brazilian Judge oro defends arrest after conviction in second instance
In an event, Operation Car Wash judge said to be 'regrettable' the possibility of sentenced by collegiate body to appeal in freedom

O Estado de S.Paulo Newspaper
26 Aug 2017 | 2:10 a.m.

Judge Sergio Moro defended on Saturday 26, 2017, the possibility that a defendant who was sentenced to prison will be held in custody following a decision of the lower court, regardless of whether to appeal to the Supreme Court (STF) or the Superior Court of Justice (STJ).

During the first Brazilian Congress of the School of High Studies, in São Paulo, he considered that it would be "regrettable" if defendants already convicted could be allowed to go free until a higher court decision is handed down.
Federal Judge Sergio Moro says that 'it is not possible to go back' in the fight against corruption. PHOTO: FELIPE RAU ​​/ ESTADÃO

Moro ordered the arrest of the businessman Márcio Bonilho and the operator Waldomiro de Oliveira last Wednesday, 23, both sentenced in the second instance in Lava Jato. It was the first time that Moro has determined a prison based on a decision of the Federal Supreme Court, that condemned in the second degree may have the sentence executed.
The day before, however, STF Minister Gilmar Mendes had ordered the release of a convicted in the same situation, signaling a change in his understanding of the matter.
At the event on Saturday, Moro also argued that in situations of systemic corruption it is not necessary to prove receipt of a counterpart of bribes to characterize cases of corruption. "There is no gratuity," he said.
The judge considered that Brazil has advanced in recent years in the fight against corruption and in favor of reducing impunity. "We often think that we are doomed to live in a systemic corruption, but there is no challenge within the democratic regime that can not be overcome," he said. "We have made a lot of progress," he said. "You can not go back," he added.
Also on Saturday, during an event in Campos do Jordão, the prosecutor and member of the Lava Jato task force at the Federal Public Prosecutor's Office in Paraná, Deltan Dallagnol, said that if Brazil wants to follow the path of impunity in crimes, the best path is the second instance jail review.
This week, Gilmar Mendes granted habeas corpus petition to the former president of the Department of Road Transport of the State of Rio de Janeiro (Detro-RJ) Rogério Onofre. But Onofre was the target of a new arrest warrant for Federal Judge Marcelo Bretas of the 7th Federal Court of Rio de Janeiro in Operation Ponto Final - Lava Jato's unfolding of the Transportation Rio summit. The former president of Detro surrendered in this Saturday.
More content about:
Operation Lava Jato Sérgio Moro Gilmar Ferreira Mendes
Have you found an error? Contact
Follow the Estadão

==//==
SOURCE/LINK: http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,moro-defende-prisao-em-segunda-instancia,70001951509



Assine o Estadão 
    • 
Moro defende prisão após condenação em segunda instância
Em evento, juiz da Lava Jato disse ser 'lamentável' a possibilidade de condenados por órgão colegiado recorrerem em liberdade

O Estado de S. Paulo, O Estado de S.Paulo 
26 Agosto 2017 | 14h10 
  

O juiz Sergio Moro defendeu neste sábado, 26, a possibilidade de um réu que foi condenado à prisão ser mantido preso após decisão de segunda instância, independentemente de recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) ou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).
Durante o 1º Congresso Brasileiro da Escola de Altos Estudos, em São Paulo, ele considerou que seria "lamentável' se réus já condenados passassem a poder recorrer em liberdade enquanto não é proferida uma decisão de instância superior. 
Juiz Federal Sergio Moro diz que 'não é possível retroceder' no combate à corrupção. FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO 
Newsletter Política 
Receba no seu e-mail conteúdo de qualidade

Assinar 
Moro mandou prender na quarta-feira passada, 23, o empresário Márcio Bonilho e o operador Waldomiro de Oliveira, ambos condenados em segunda instância na Lava Jato. Foi a primeira vez que Moro determinou uma prisão com base em decisão do Supremo Tribunal Federal, de que condenado em segundo grau pode ter a pena executada. 
Na véspera, porém, o ministro do STF Gilmar Mendes havia ordenado a soltura de um condenado na mesma situação, sinalizando mudança de seu entendimento sobre a questão.
No evento neste sábado, Moro ainda argumentou que em situações de corrupção sistêmica não é necessária a comprovação de recebimento de contrapartida de propina para que se caracterizem casos de corrupção. "Não existe propina grátis", afirmou.
O juiz considerou que o Brasil avançou nos últimos anos no combate a corrupção e em prol da redução da impunidade. "Muitas vezes pensamos que estamos fadados a viver em uma corrupção sistêmica, mas não existe dentro do regime democrático um desafio que não possa ser vencido", disse. "Avançamos e muito", comentou. "Não é possível retroceder", completou.
Também neste sábado, durante evento em Campos do Jordão, o procurador da República e membro da força-tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal no Paraná, Deltan Dallagnol, disse que se o Brasil quiser seguir pelo caminho da impunidade em crimes, o melhor caminho é a revisão de prisão em segunda instância.
Nessa semana, Gilmar Mendes concedeu pedido de habeas corpus para o ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro-RJ) Rogério Onofre. Mas Onofre foi alvo de um novo mandado de prisão do juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal, do Rio, na Operação Ponto Final - desdobramento da Lava Jato que cercou a cúpula do Transporte no Rio. O ex-presidente da Detro se entregou neste sábado. 
Mais conteúdo sobre:
Operação Lava Jato Sérgio Moro Gilmar Ferreira Mendes
Encontrou algum erro? Entre em contato
Siga o Estadão
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 








STF pede que PGR se manifeste sobre pedido de Randolfe contra Marun
Senador pede que ministro da Secretaria de Governo perca atual função e fique inabilitado de exercer cargos públicos por oito anos
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    •

O Estado de S.Paulo
26 Março 2018 | 21h39
O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun.  Foto: Dida Sampaio/Estadão

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu nesta segunda-feira, 26, que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste sobre o pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que ajuizou uma denúncia popular por crime de responsabilidade contra o ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo da Presidência da República.
O senador quer que Marun perca a atual função pública e fique inabilitado para exercer qualquer cargo público por um período de oito anos. Marun já disse que está decidido a se licenciar do cargo para apresentar um pedido de impeachment contra o ministro Luís Roberto Barroso, do STF, e acusou o ministro de estar abusando de sua autoridade e evidenciando uma posição político-partidária.
+ Marun diz que Temer não será denunciado por inquérito dos Portos
Newsletter Política
Receba no seu e-mail conteúdo de qualidade

Assinar
+ Marun diz estar 'decidido' a apresentar impeachment de Barroso
Barroso é o relator de inquérito que apura suposto pagamento de propina da empresa Rodrimar a Temer. O caso investiga se a Rodrimar, empresa que opera no Porto de Santos, foi beneficiada pelo decreto assinado pelo presidente em maio do ano passado, que ampliou de 25 para 35 anos as concessões do setor, prorrogáveis por até 70 anos.
Para o senador, "ameaçar publicamente um magistrado de impeachment ou qualquer sorte de retaliação" em razão pura e simples de sua "desejável independência para o regular exercício da judicatura é ofender o sentido mais elementar de um Poder Judiciário independente: aqui, sim, revela-se uma grave crise institucional entre os Poderes, mas em que, em vez de algoz, a magistratura é evidente vítima".
Outro lado
Nesta segunda-feira, durante coletiva de imprensa, Marun disse que o senador Randolfe "além de mal intencionado, é mal informado". Procurado pela reportagem, Randolfe disse que não responde a criminosos. "Não baterei boca com criminosos. Ele (Marun) não tem de atacar a mim, ele tem de responder (ao STF) porque tentou constranger a Justiça", rebateu o senador.
Notícias relacionadas
    • Marun diz que Temer não será denunciado por inquérito dos Portos
    • Para Marun, decisão do TRF-4 reforça que Lula não pode ser candidato
    • "Sem partido", Flávio Rocha está filiado ao PR
Mais conteúdo sobre:
Randolfe Rodrigues Carlos Marun Luiz Fux STF [Superior Tribunal Federal] Procuradoria Geral da República
Encontrou algum erro? Entre em contato
Siga o Estadão
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 








Institucional
    • Código de ética
    • Politica anticorrupção
    • Curso de jornalismo
    • Demonstrações Contábeis
    • Termo de uso
Atendimento
    • Correções
    • Portal do assinante
    • Fale conosco
    • Trabalhe conosco
Conexão Estadão
    • Broadcast
    • Broadcast político
    • Aplicativos
Hoje

    • Acervo
    • PME
    • Jornal do Carro
    • Paladar
    • Link
    • iLocal
    • Agência Estado
    • Rádio Eldorado
    • Rádio Estadão
    • Planeta Digital
    • Moving Imóveis
Copyright © 1995 - 2018 Grupo Estado
    • Facebook
    • Twitter
    • Google Plus
    • Instagram
    • Pinterest



THE END

quinta-feira, 22 de março de 2018

#END IMPUNITY SIGN PUBLIC PETITION - Brazilian the Federal Supreme Court (STF) will dismissed on this fifth Habeas Corpus to avoid Lula's arrest, announces Carmen Lúcia


#END IMPUNITY
SIGN PUBLIC PETITION

https://www.change.org/p/ministra-carmen-l%C3%BAcia-mantenha-a-pris%C3%A3o-dos-condenados-em-2a-inst%C3%A2ncia
FONTE / LINK: https://g1.globo.com/politica/noticia/stf-julgara-pedido-para-evitar-prisao-de-lula-nesta-quinta-anuncia-carmen-lucia.ghtml

COMENTÁRIO


Hoje, quinta-feira, 22 de março de 2018, um dia histórico e por extensão um dia no qual será colocado à prova a independência da instituição chamada Supremo Tribunal Federal. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de raça, credo, de sua posição no cenário político e de sua situação econômica. Ou seja, mesmo para àqueles que estão no topo da classe endinheirada, que são pouquíssimos no Brasil, a lei também deve alcançá-los. Isso consta na Lei Maior do Brasil, que é nossa Constituição da República Federativa Brasileira de 1988.

O ex-presidente Lula não pode estar ou ter a pretensão de ser inalcançável pela lei. Mas vemos que há tentativas, desde que o Juiz Sérgio Moro o condenou a mais de 10 anos de prisão, sentença confirmada pelo Tribunal Regional Federal competente, unanimemente, há manobras fora e dentro do próprio STF para que Lula tenha tratamento diferenciado.

O povo, sem distinção e de forma imparcial, tem que submeter-se às leis brasileiras. Se comete crime, responde a processo judicial e sendo condenado, cumprirá pena determinada pela dosimetria determinada na sentença.

Por quê tentativa, muitas vezes inescrupulosas, para livrar da cadeia um ex-presidente que junto com sua sucessora no comando de uma Nação rica em todos os quadrantes naturais e sociais, afundou o Brasil em uma crise como nunca antes visto, presenciado e sentido?

Há o enigmático caráter oculto rondando as Instituições Brasileiras encarregadas de manter a moralidade com atuação eficaz e implacável (Polícia Federal, Ministério Público Federal e Justiça Federal). Que os senhoras e senhoras ministros e ministras da altíssima corte do Brasil honrem o cargo e posição que ocupam. Representam todo o sistema judiciário Brasileiro. A missão de vocês é com o povo brasileiro.                   



==//==
COMENTÁRIO


Hoje, quinta-feira, 22 de março de 2018, um dia histórico e por extensão um dia no qual será colocado à prova a independência da instituição chamada Supremo Tribunal Federal. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de raça, credo, de sua posição no cenário político e de sua situação econômica. Ou seja, mesmo para àqueles que estão no topo da classe endinheirada, que são pouquíssimos no Brasil, a lei também deve alcançá-los. Isso consta na Lei Maior do Brasil, que é nossa Constituição da República Federativa Brasileira de 1988.

O ex-presidente Lula não pode estar ou ter a pretensão de ser inalcançável pela lei. Mas vemos que há tentativas, desde que o Juiz Sérgio Moro o condenou a mais de 10 anos de prisão, sentença confirmada pelo Tribunal Regional Federal competente, unanimemente, há manobras fora e dentro do próprio STF para que Lula tenha tratamento diferenciado.

O povo, sem distinção e de forma imparcial, tem que submeter-se às leis brasileiras. Se comete crime, responde a processo judicial e sendo condenado, cumprirá pena determinada pela dosimetria determinada na sentença.

Por quê tentativa, muitas vezes inescrupulosas, para livrar da cadeia um ex-presidente que junto com sua sucessora no comando de uma Nação rica em todos os quadrantes naturais e sociais, afundou o Brasil em uma crise como nunca antes visto, presenciado e sentido?

Há o enigmático caráter oculto rondando as Instituições Brasileiras encarregadas de manter a moralidade com atuação eficaz e implacável (Polícia Federal, Ministério Público Federal e Justiça Federal). Que os senhoras e senhoras ministros e ministras da altíssima corte do Brasil honrem o cargo e posição que ocupam. Representam todo o sistema judiciário Brasileiro. A missão de vocês é com o povo brasileiro.                   





Brazilian the Federal Supreme Court (STF) will  dismissed   on this fifth Habeas Corpus to avoid Lula's arrest, announces Carmen Lúcia
President of the STF stated that 'urgency' motivated the marking of the trial. Decision will apply to the specific case of Lula and does not change understanding about arrest after conviction in second instance.

By Renan Ramalho and Rosanne D'Agostino, G1, Brasília
21/03/2018 14h36 Updated 7 hours ago

Plenary of the Supreme Court on this Thursday (22) habeas corpus Lula

The president of the Federal Supreme Court, Minister Carmen Lúcia, said at the opening of the session on Wednesday (21) that the plenary must judge on Thursday (22) the request for preventive habeas corpus filed by the defense with the objective of avoiding arrest of the former president Luiz Inácio Lula da Silva.
The minister said that the decision to mark the trial for this fifth is motivated by "urgency." "As a matter of urgency, it will be proclaimed in the agenda of tomorrow [Thursday] because there is no possibility of a previous agenda, even because the deadline is short and next week we will have Holy Week," said Carmen Lúcia in announcing the date of the habeas corpus trial .
If most of the 11 ministers accept the request, the former president gets rid of the prison after the conviction in the second instance.
Lula was sentenced in January to 12 years and 1 month in prison by the Federal Regional Court of the 4th Region (TRF-4), of second instance. Lula's defense argues that imprisonment is only possible after the so-called finality of judgment, that is, after all remedies have been exhausted in all instances of justice.
The decision of the Supreme Court in this fifth will refer to the specific case of Lula, without changing the jurisprudence on the subject. In 2016, by 6 votes to 5, the Supreme Court ruled that the imprisonment of convicted prisoners is allowed in the second instance of justice, even if there is still a possibility of appeals to higher courts.
On Wednesday, the TRF-4 reported that it will judge next Monday (26) the last appeal presented by Lula's defense against the conviction for corruption and money laundering, in the case of the threfloor apartment  in Guarujá (SP).
But this resource is only for clarification on the sentence and does not allow to modify the result of the judgment. Therefore, in theory, after the trial of this appeal, the arrest warrant could already be issued - it will not be possible for Lula to obtain the habeas corpus in the STF.

Fachin denied twice
The request to avoid Lula's arrest has already been denied twice in the STF, individually, by Minister Edson Fachin, Operation Car Wash 's rapporteur for the Court.
In both decisions, in February and March, the minister considered that the main argument of the defense - that a convicted in the second instance can not be arrested - will still be discussed by the 11 STF ministers in two other actions, to be scheduled.
After the announcement of Carmen Lúcia, Minister Marco Aurélio Mello, rapporteur of these two actions, made an appeal to the president of the Supreme Court in the plenary to set a date for the judgment of the matter.
He said he would raise a "point of order" at the fourth session, whereby the ministers themselves could decide, in a vote, to guide the analysis of actions.
"I was ready to raise a point of order but I will not do so in the face of the announcement of your excellence that we will go to the delivery of the judicial service tomorrow," he said, referring to the Lula habeas corpus trial.
1974
comments
Comments are the sole responsibility of the authors and do not represent the opinion of this site. If you find something that violates the terms of use, report it. Read the frequently asked questions to find out what is wrong or illegal.


recent
popular
    •
      Marcelo M
      3 hours ago
      Nothing will be done by the population. Brazil a country made up of bananas ...
    •
      Oscar Filho
      2 hours ago
      Okay, it's over the Grenal! What is the situation here? Are they really going to arrest the goat, or is he going to escape?
    •
Carlos Rocha
2 hours ago
I WAS THERE IN STF!
     
      

MORE FROM G1



STF session suspended after attacks between ministers Barroso and Gilmar Mendes
Barroso reacted to Gilmar Mendes's criticism of STF decisions. "You are a horrible person, a mixture of evil with delay," Barroso said. 'Close your law firm,' Mendes said.
Policy

7 min

TRF-4 will judge Lula's appeal on conviction in the lower court in the case of the triplex on March 26
Court has increased the former president's sentence to 12 years and a month in prison for passive corruption and money laundering. As a decision was unanimous, appeal submitted only asks for clarification on the sentence and can not change result.
Rio Grande do Sul


Majority of the STF man


==//==
SOURCE/LINK: https://g1.globo.com/politica/noticia/stf-julgara-pedido-para-evitar-prisao-de-lula-nesta-quinta-anuncia-carmen-lucia.ghtml



MENU
Política
    • g1
    • globoesporte
    • gshow
    • famosos & etc
    • vídeos
    • ASSINE JÁ
    • MINHA CONTA
    • E-MAIL
    • ENTRAR ›
MENU
Política
STF julgará nesta quinta pedido para evitar prisão de Lula, anuncia Cármen Lúcia
Presidente do STF afirmou que 'urgência' motivou marcação do julgamento. Decisão valerá para caso específico de Lula e não muda entendimento sobre prisão após condenação em segunda instância.


Por Renan Ramalho e Rosanne D'Agostino, G1, Brasília
21/03/2018 14h36 Atualizado há 7 horas

Plenário do Supremo julga nesta quinta (22) habeas corpus de Lula

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, informou na abertura da sessão desta quarta-feira (21) que o plenário deverá julgar nesta quinta (22) o pedido de habeas corpus preventivo impetrado pela defesa com o objetivo de evitar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
A ministra afirmou que a decisão de marcar o julgamento para esta quinta é motivada pela "urgência". “Pela urgência, será apregoado na pauta de amanhã [quinta] por não haver possibilidade de pauta anterior, até porque o prazo é curto e na semana que vem teremos a Semana Santa”, disse Cármen Lúcia ao anunciar a data do julgamento do habeas corpus.
Se a maioria dos 11 ministros aceitar o pedido, o ex-presidente se livra da prisão após a condenação em segunda instância.
Lula foi condenado em janeiro a 12 anos e 1 mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), de segunda instância. A defesa de Lula argumenta que a prisão só é possível após o chamado trânsito em julgado, isto é, depois de esgotados os recursos em todas as instâncias da Justiça.
A decisão do Supremo nesta quinta dirá respeito ao caso específico de Lula, sem modificar a jurisprudência sobre o assunto. Em 2016, por 6 votos a 5, o Supremo decidiu que é permitida a prisão de condenados na segunda instância da Justiça, mesmo que ainda exista possibilidade de recursos a instâncias superiores.
Nesta quarta, o TRF-4 informou que julgará na próxima segunda-feira (26) o último recurso apresentado pela defesa de Lula contra a condenação por corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex em Guarujá (SP).
Mas esse recurso serve somente para esclarecimentos sobre a sentença e não permite modificar o resultado do julgamento. Portanto, em tese, depois do julgamento desse recurso, a ordem de prisão já poderia ser expedida – não poderá se Lula obtiver o habeas corpus no STF.

Fachin negou duas vezes
O pedido para evitar a prisão de Lula já foi negado duas vezes no STF, de forma individual, pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato na Corte.
Nas duas decisões, em fevereiro e março, o ministro considerou que o principal argumento da defesa – de que um condenado em segunda instância não pode ser preso – ainda será objeto de discussão pelos 11 ministros do STF em outras duas ações, de caráter geral, a serem pautadas.
Após o anúncio de Cármen Lúcia, o ministro Marco Aurélio Mello, relator dessas duas ações, fez um apelo à presidente do STF no plenário para que ela marque data para o julgamento da questão.
Ele disse que iria levantar, ainda na sessão desta quarta, uma “questão de ordem”, pela qual os próprios ministros poderiam decidir, em votação, pautar a análise das ações.
“Estava pronto para suscitar questão de ordem mas não vou fazê-lo diante do anúncio de vossa excelência de que caminharemos para a entrega da prestação jurisdicional no dia de amanhã”, disse, em referência ao julgamento do habeas corpus de Lula.
1974
comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


recentes
populares
    • 
      Marcelo M
      há 3 horas
      Nada será feito pela população. Brasil um país constituído de bananas...
    • 
      Oscar Filho
      há 2 horas
      OK, acabou o Grenal! Qual é a situação por aqui? Vão mesmo prender o cabra, ou ele vai conseguir escapar?
    • 
Carlos Rocha
há 2 horas
EU ESTAVA LÁ NO STF!
     
      

MAIS DO G1



Sessão do STF é suspensa após ataques entre ministros Barroso e Gilmar Mendes
Barroso reagiu a críticas de Gilmar Mendes a decisões do STF. 'Você é uma pessoa horrível, uma mistura do mal com atraso', disse Barroso. 'Feche seu escritório de advocacia', afirmou Mendes.
Política

7 min

TRF-4 julgará recurso de Lula sobre condenação em 2ª instância no caso do triplex dia 26 de março
Tribunal aumentou a pena do ex-presidente para 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Como decisão foi unânime, recurso apresentado apenas pede esclarecimentos sobre a sentença e não pode mudar resultado.
Rio Grande do Sul


Maioria do STF mantém proibição a doações ocultas para campanhas eleitorais
Política
PT e PC do B pedem apoio de Fachin para julgar ações que podem rever prisão após condenação em 2ª instância
Ações já foram liberadas para a pauta do plenário, mas data depende de decisão da presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia.
Política
Motociclista atropela mulher de propósito, tenta estuprá-la e é preso após ser flagrado por câmeras em Cuiabá
Com base em imagens capturadas por câmeras de condomínio, polícia conseguiu localizar o endereço do suspeito. Vítima fugiu após morder o dedo do criminoso.
Mato Grosso

9 seg
Maioria do STF mantém proibição a doações ocultas para campanhas eleitorais
Tema já havia sido analisado provisoriamente em 2015, mas Corte voltou a analisar ação, agora de maneira definitiva. OAB argumentou que doações devem ser identificadas para inibir corrupção.
Eleições 2018

Veja mais

globo.com
    • g1
    • globoesporte
    • gshow
    • famosos & etc
    • vídeos
    • todos os sites
G1 Política
© Copyright 2000-2018 Globo Comunicação e Participações S.A.
    • princípios editoriais
    • política de privacidade
    • central globo.com
    • assine a globo.com
    • anuncie conosco

==//==
SOURCE/LINK: https://g1.globo.com/politica/noticia/stf-julgara-pedido-para-evitar-prisao-de-lula-nesta-quinta-anuncia-carmen-lucia.ghtml



MENU
Política
    • g1
    • globoesporte
    • gshow
    • famosos & etc
    • vídeos
    • ASSINE JÁ
    • MINHA CONTA
    • E-MAIL
    • ENTRAR ›
MENU
Política
 


STF julgará nesta quinta pedido para evitar prisão de Lula, anuncia Cármen Lúcia
Presidente do STF afirmou que 'urgência' motivou marcação do julgamento. Decisão valerá para caso específico de Lula e não muda entendimento sobre prisão após condenação em segunda instância.


Por Renan Ramalho e Rosanne D'Agostino, G1, Brasília
21/03/2018 14h36 Atualizado há 7 horas

Plenário do Supremo julga nesta quinta (22) habeas corpus de Lula

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, informou na abertura da sessão desta quarta-feira (21) que o plenário deverá julgar nesta quinta (22) o pedido de habeas corpus preventivo impetrado pela defesa com o objetivo de evitar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
A ministra afirmou que a decisão de marcar o julgamento para esta quinta é motivada pela "urgência". “Pela urgência, será apregoado na pauta de amanhã [quinta] por não haver possibilidade de pauta anterior, até porque o prazo é curto e na semana que vem teremos a Semana Santa”, disse Cármen Lúcia ao anunciar a data do julgamento do habeas corpus.
Se a maioria dos 11 ministros aceitar o pedido, o ex-presidente se livra da prisão após a condenação em segunda instância.
Lula foi condenado em janeiro a 12 anos e 1 mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), de segunda instância. A defesa de Lula argumenta que a prisão só é possível após o chamado trânsito em julgado, isto é, depois de esgotados os recursos em todas as instâncias da Justiça.
A decisão do Supremo nesta quinta dirá respeito ao caso específico de Lula, sem modificar a jurisprudência sobre o assunto. Em 2016, por 6 votos a 5, o Supremo decidiu que é permitida a prisão de condenados na segunda instância da Justiça, mesmo que ainda exista possibilidade de recursos a instâncias superiores.
Nesta quarta, o TRF-4 informou que julgará na próxima segunda-feira (26) o último recurso apresentado pela defesa de Lula contra a condenação por corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex em Guarujá (SP).
Mas esse recurso serve somente para esclarecimentos sobre a sentença e não permite modificar o resultado do julgamento. Portanto, em tese, depois do julgamento desse recurso, a ordem de prisão já poderia ser expedida – não poderá se Lula obtiver o habeas corpus no STF.

Fachin negou duas vezes
O pedido para evitar a prisão de Lula já foi negado duas vezes no STF, de forma individual, pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato na Corte.
Nas duas decisões, em fevereiro e março, o ministro considerou que o principal argumento da defesa – de que um condenado em segunda instância não pode ser preso – ainda será objeto de discussão pelos 11 ministros do STF em outras duas ações, de caráter geral, a serem pautadas.
Após o anúncio de Cármen Lúcia, o ministro Marco Aurélio Mello, relator dessas duas ações, fez um apelo à presidente do STF no plenário para que ela marque data para o julgamento da questão.
Ele disse que iria levantar, ainda na sessão desta quarta, uma “questão de ordem”, pela qual os próprios ministros poderiam decidir, em votação, pautar a análise das ações.
“Estava pronto para suscitar questão de ordem mas não vou fazê-lo diante do anúncio de vossa excelência de que caminharemos para a entrega da prestação jurisdicional no dia de amanhã”, disse, em referência ao julgamento do habeas corpus de Lula.
1974
comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.


recentes
populares
    • 
      Marcelo M
      há 3 horas
      Nada será feito pela população. Brasil um país constituído de bananas...
    • 
      Oscar Filho
      há 2 horas
      OK, acabou o Grenal! Qual é a situação por aqui? Vão mesmo prender o cabra, ou ele vai conseguir escapar?
    • 
Carlos Rocha
há 2 horas
EU ESTAVA LÁ NO STF!
     
      

MAIS DO G1



Sessão do STF é suspensa após ataques entre ministros Barroso e Gilmar Mendes
Barroso reagiu a críticas de Gilmar Mendes a decisões do STF. 'Você é uma pessoa horrível, uma mistura do mal com atraso', disse Barroso. 'Feche seu escritório de advocacia', afirmou Mendes.
Política

7 min

TRF-4 julgará recurso de Lula sobre condenação em 2ª instância no caso do triplex dia 26 de março
Tribunal aumentou a pena do ex-presidente para 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Como decisão foi unânime, recurso apresentado apenas pede esclarecimentos sobre a sentença e não pode mudar resultado.
Rio Grande do Sul


Maioria do STF mantém proibição a doações ocultas para campanhas eleitorais
Política
PT e PC do B pedem apoio de Fachin para julgar ações que podem rever prisão após condenação em 2ª instância
Ações já foram liberadas para a pauta do plenário, mas data depende de decisão da presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia.
Política
Motociclista atropela mulher de propósito, tenta estuprá-la e é preso após ser flagrado por câmeras em Cuiabá
Com base em imagens capturadas por câmeras de condomínio, polícia conseguiu localizar o endereço do suspeito. Vítima fugiu após morder o dedo do criminoso.
Mato Grosso

9 seg
Maioria do STF mantém proibição a doações ocultas para campanhas eleitorais
Tema já havia sido analisado provisoriamente em 2015, mas Corte voltou a analisar ação, agora de maneira definitiva. OAB argumentou que doações devem ser identificadas para inibir corrupção.
Eleições 2018

Veja mais

globo.com
    • g1
    • globoesporte
    • gshow
    • famosos & etc
    • vídeos
    • todos os sites
G1 Política
© Copyright 2000-2018 Globo Comunicação e Participações S.A.
    • princípios editoriais
    • política de privacidade
    • central globo.com
    • assine a globo.com
    • anuncie conosco
==//==

THREATENED BRAZILIAN RULE OF LAW  IF GRATED HABEAS CORPUS TO FORE PRESIDENT LULA – SIGN PUBLIC PETITION
FONTE / LINK: https://g1.globo.com/politica/noticia/stf-julgara-pedido-para-evitar-prisao-de-lula-nesta-quinta-anuncia-carmen-lucia.ghtml


Brazilian the Federal Supreme Court (STF) will  dismissed   on this fifth Habeas Corpus to avoid Lula's arrest, announces Carmen Lúcia
President of the STF stated that 'urgency' motivated the marking of the trial. Decision will apply to the specific case of Lula and does not change understanding about arrest after conviction in second instance.


FONTE / LINK: https://g1.globo.com/politica/noticia/stf-julgara-pedido-para-evitar-prisao-de-lula-nesta-quinta-anuncia-carmen-lucia.ghtml


Brazilian the Federal Supreme Court (STF) will  dismissed   on this fifth Habeas Corpus to avoid Lula's arrest, announces Carmen Lúcia
President of the STF stated that 'urgency' motivated the marking of the trial. Decision will apply to the specific case of Lula and does not change understanding about arrest after conviction in second instance.

































LINK: http://bradoemunissono.blogspot.com.br/2018/03/prisao-em-2-instancia-por-dr-ives-gandra_21.html
#ASSINE A PETIÇÃO PUBLICA - MOVIMENTO A FAVOR DA PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA  - IMPORTANTÍSSIMA ARMA ANTICORRUÇÃO 
 ILUSTRES CIDADÃOS PARTICIPEM ASSINANDO PETIÇÃO PÚBLICA
VEJA A OPINIÃO DE GRANDES JURISTAS COMO DR. IVES GANDRA, PROCURADORES DA REPÚBLICA ( BRASÍLIA, SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO E CURITIBA), E OUTRAS UMA  GRANDE NÚMERO DE  AUTORIDADES


SOURCE/LINK: https://youtu.be/qZoWyhBraCc
ASSINE A PETIÇÃO “Ministra Carmen Lúcia: mantenha a prisão dos condenados em 2ª instância!” :
SOURCE/LINK: https://www.change.org/p/ministra-carmen-l%C3%BAcia-mantenha-a-pris%C3%A3o-dos-condenados-em-2a-inst%C3%A2ncia

PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA - POR DR. IVES GANDRA

853 visualizações




195 0 Compartilhar



Carla Zambelli
Publicado em 1 de fev de 2018




Dr. Ives Gandra Martins fala sobre prisão após condenação de réu em segunda instância. Um dos maiores juristas do Brasil diz que concorda com a ministra Carmem Lúcia que disse: "mudar nesse momento a jurisprudência no que diz respeito a presunção de inocência, seria apequenar o STF".

Categoria
Notícias e política
Licença
Licença padrão do YouTube







13 comentários


==//==
SOURCE/LINK: https://youtu.be/qZoWyhBraCc

Lava Jato defende prisão em 2ª instância como arma anticorrupção - Notícias - R7 Brasil

3 visualizações



Notícias Quentes 24/7
Publicado em 17 de mar de 2018




Lava Jato defende prisão em 2ª instância como arma anticorrupção - Notícias - R7 Brasil Após dois dias de reuniões em Porto Alegre, os procuradores da República envolvidos na força-tarefa da Lava Jato alinharam o discurso para defender a prisão de réus condenados em segunda instância. Para os membros do Ministério Público Federal, a manutenção desse recurso é fundamental para combater ... Thanks for watching!!!!

Categoria
Notícias e política
Licença
Licença padrão do YouTube
==//==

SOURCE/LINK: https://noticias.r7.com/brasil/lava-jato-defende-prisao-em-2-instancia-como-arma-anticorrupcao-16032018




Brasil Lava Jato defende prisão em 2ª instância como arma anticorrupção
Compartilhar Tweetar
Lava Jato defende prisão em 2ª instância como arma anticorrupção
Procuradores da República de Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba se reuniram em Porto Alegre para tratar dos 4 anos de operação
    • Brasil
                        ▪ Da Agência Brasil, com Estadão Conteúdo e R7
    • 16/03/2018 - 18h25
Compartilhar Tweetar
A- A+

Procuradores Dallagnol (PR), Sanseverino (PGR), Maria Emília (RS), Carlos Aguiar (RJ) e El-Hage (RJ)
Divulgação/Ascom PRR4 - 16.03.2018
Após dois dias de reuniões em Porto Alegre, os procuradores da República envolvidos na força-tarefa da Lava Jato alinharam o discurso para defender a prisão de réus condenados em segunda instância. Para os membros do Ministério Público Federal, a manutenção desse recurso é fundamental para combater a corrupção no Brasil.
"Se o STF [Supremo Tribunal Federal] reverter o seu entendimento quanto a prisão em segunda instância, ele vai enterrar o combate à corrupção e a impunidade no nosso país", declarou nesta sexta-feira (16) o chefe da força-tarefa da operação Lava Jato no Paraná, procurador Deltan Dallagnol.
Deltan e outros procuradores que atuam nas investigações se reuniram hoje e na quinta-feira (15) com a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em Porto Alegre, para divulgar balanço dos quatro anos da operação.
O encontro acontece às vésperas de o TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) julgar os recursos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a condenação de 12 anos e 1 mês de prisão. Após analisar os recursos, o TRF4, que é uma corte de segunda instância, pode determinar a prisão de Lula. Lula é acusado de favorecer a empreiteira OAS em contratos com a Petrobras. Em troca, de acordo com o Ministério Público federal, a Justiça Federal no Paraná e o TRF4, o petista teria recebido um apartamento tríplex no Guarujá, litoral de São Paulo.
A prisão seguiria o atual entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal), que, em outubro de 2016, autorizou a prisão de condenados após segunda instância. Como a decisão foi tomada por maioria apertada (6 a 5), o caso pode retornar ao STF para novo julgamento. Os advogados do ex-presidente também tentam reverter a eventual prisão no STF.
Durante coletiva de imprensa, Dallagnol afirmou que o futuro da Lava Jato depende do Supremo.
— Essa é a nossa preocupação central hoje. Se esse entendimento for mantido, a expectativa é de que, dentro de um prazo razoável, a grande maioria dos réus que foram condenados venham a cumprir pena dentro de uma perspectiva curta de tempo.
A procuradora regional da República da 4ª Região Maria Emília da Costa Dick também defendeu a prisão após condenação em segunda instância.
— Já há precedente do Supremo Tribunal Federal firmado e acreditamos e confiamos que vá se manter. Entendemos que foi um hiato de 2009 a 2016 em que não era possível essa visão.

É a primeira vez que os coordenadores dos grupos atuam em Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e Brasília (DF) realizam uma reunião para troca de informações e discussão dos trabalhos.
"Temos que começar a entender essas decisões valendo para todos e em todas as circunstâncias para que a gente possa evoluir", afirmou Maria Emília.
Balanço
Os procuradores também defenderam os acordos de delação premiada, classificados como "essenciais" para a descoberta dos crimes. Segundo o balanço divulgado hoje para os quatro anos de operação, foram firmadas 187 delações premiadas nas Justiças Federal de Paraná e Rio de Janeiro, no TRF4 e no STF. Segundo os procuradores, 84% dos acordos foram firmados com investigados em liberdade e 16% com investigados presos.
Ao todo, há 160 pessoas condenadas em primeira instância (na 13ª Vara Federal de Curitiba e na 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro) e 77 condenados em segunda instância (pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região). A força-tarefa diz que há previsão de recuperar cerca de R$ 12 bilhões para os cofres públicos por meio dos acordos de colaboração e de leniência com as empresas. Desse total, R$ 1,9 bilhão já foi devolvido.
Lei vale para todos, diz Dodge
Após a reunião com os investigadores, a procuradora-geral, Raquel Dodge, destacou o trabalho da força-tarefa e ressaltou que lei brasileira está valendo para todos.
— Sabemos todos que a corrupção continua ocorrendo no Brasil em larga monta, apesar do muito que já se avançou no âmbito da Operação Lava Jato. E, por isso, é preciso redobrar o esforço, redobrar o ânimo, redefinir estratégias, porque as pessoas que cometeram esses crimes não podem ficar impunes, não pode seguir sem reparar o dano.
Compartilhar Tweetar
Notícias Relacionadas
                    ◦ Temer está indignado com pedido de quebra de sigilo, diz ministro
                    ◦ Ministro do STF determina quebra do sigilo bancário de Temer
                    ◦ Lava Jato no Rio avança e supera Paraná em número de operações
                    ◦ PGR pede condenação e perda de mandato de Gleisi Hoffmann






            ▪ Notícias
        ◦ Bahia
        ◦ Brasil
        ◦ Cartão de Visita
        ◦ Carros
        ◦ Cidades
        ◦ Distrito Federal
        ◦ Economia
        ◦ Educação
        ◦ Eleições 2016
        ◦ Internacional
        ◦ Minas Gerais
        ◦ Previsão do Tempo
        ◦ Rio de Janeiro
        ◦ São Paulo
        ◦ Saúde
        ◦ Tecnologia e Ciência
        ◦ Trânsito
            ▪ Diversão
        ◦ Cinema
        ◦ Estrelando
        ◦ Frases e Mensagens
        ◦ Jovem
        ◦ Música
        ◦ Pop
        ◦ TV e Entretenimento
        ◦ Viagens
        ◦ Vagalume
              Meu Estilo
        ◦ Beleza
        ◦ Bichos
        ◦ Casa e Família
        ◦ Dietas
        ◦ Moda
        ◦ Receitas
            ▪ Esportes
        ◦ Automobilismo
        ◦ Especiais
        ◦ e-Games
        ◦ Esportes Olímpicos
        ◦ Fora de Jogo
        ◦ Futebol
        ◦ Mais Esportes
              Hora 7
        ◦ e-Games
        ◦ R7 Humor
              R7 TV
        ◦ Love School
        ◦ Universal
        ◦ R7 VC
            ▪ Vídeos
        ◦ R7 On Demand
        ◦ ACLR
              Serviços
        ◦ R7 Louve
        ◦ R7 Trilhas Sonoras
            ▪ Jornais
        ◦ A8 Sergipe
        ◦ Folha Vitória
        ◦ Jornal Correio do Povo
        ◦ TNH1
              Rádios
        ◦ Rádio Guaíba
        ◦ Rádio Sociedade
              Grupo Record
        ◦ Banco Renner
        ◦ Record Entretenimento
        ◦ Rede Família
        ◦ Instituto Ressoar
            ▪ Record Internacional
        ◦ Record TV Network
              Universal.org
        ◦ Univer
        ◦ Rede Aleluia
              Record TV
              Record News

Brasil
Todos os direitos reservados - 2009-2018 Rádio e Televisão Record S.A
    • Anuncie no R7
    • Trabalhe Conosco
    • Comunicar erro
    • Fale com o R7
    • Mapa do Site
    • Termos e Condições de Uso
    • Privacidade


==//==

SOURCE/LINK: https://www.change.org/p/ministra-carmen-l%C3%BAcia-mantenha-a-pris%C3%A3o-dos-condenados-em-2a-inst%C3%A2ncia


        ◦ Fazer abaixo-assinado
        ◦ Explorar
        ◦ Fazer doação





Ministra Carmen Lúcia: mantenha a prisão dos condenados em 2ª instância!


cristiane dantas criou este abaixo-assinado para pressionar Supremo Tribunal Federal e 8 outros
UMA LEI PARA ALIVIAR A BARRA DOS POLÍTICOS E CORRUPTOS EM GERAL?
Há alguns dias surgiu uma história de que a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, estaria disposta a convocar o plenário da Suprema Corte para rever a decisão que garante a execução de pena após condenação em segunda instância.
Se isso acontecer, vários réus já condenados em segunda instância (ou em vias de) simplesmente não irão para a cadeia! Entre eles está a extensa lista de políticos e empresários corruptos do nosso país.
A ministra Carmen Lúcia não pode, em um momento como o que vivemos, ceder a pressões e recolocar em pauta algo que já foi sedimentado pelo STF.

Crie seu próprio abaixo-assinado
A pessoa que criou esta petição se mexeu e agiu. Você quer fazer o mesmo?
Fazer abaixo-assinado
Atualizações
    1. Há 7 dias
       50.000 apoiadores
    2. Há 2 meses
       cristiane dantas fez este abaixo-assinado
Motivos para assinar

Alexandra Pires Silva·Há 1 mês
Totalmente a favor , se não contribuiremos para formar mais ladrões , já não basta oq ué já temos , que o país não está dando conta de tanto roubo e a população é quem sofre !!
    •
    • 18
·


Jorge Eduardo Langsch·Há 1 mês
Já foi decidido, não tem nada que mudar.
    •
    • 16
·
Ver todos os motivos
55.691 pessoas já assinaram. Ajude a chegar a 75.000!



Exibir minha assinatura e meu comentário neste abaixo-assinado

Ao assinar, você aceita os Termos de uso e a Política de privacidade da Change.org, e concorda em receber e-mails ocasionais sobre mobilizações feitas na Change.org. Você pode cancelar a qualquer momento.

    • © 2018, Change.org, Inc.
    • Certificada pelo Sistema B

NOTÍCIA DE SUPORTE:

==//==
#POWER OF PRISON IN SECOND INSTANCE AND BE AWARE OF SUCH  IMPORTANT MEASEURE AND SIGN PUBLIC PETITION
BY DR. IVES GANDRA, ATTORNEYS OF THE REPUBLIC (BRASÍLIA, SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO AND CURITIBA), AND OTHER AUTHORITIES



SOURCE / LINK: https://youtu.be/qZoWyhBraCc
SIGN THE PETITION "Minister Carmen Lúcia: keep the convicted prisoners in 2nd instance!":
SOURCE / LINK: https://www.change.org/p/ministra-carmen-l%C3%BAcademia-mantenha-a-pris%C3%A3de-condenados-en-2a-inst%C3%A

PRISON IN SECOND INSTANCE - BY DR. IVES GANDRA

2 views




195 0 Share



Carla Zambelli
Posted on Feb 1, 2018




Dr. Ives Gandra Martins talks about imprisonment after conviction of defendant in second instance. One of Brazil's top lawyers says he agrees with Carmem Lúcia, who said: "changing the case law with regard to the presumption of innocence at the moment would be to stifle the Supreme Court."

Category
News & Politics
License
YouTube Standard License







2 reviews


(I.e.
SOURCE / LINK: https://youtu.be/qZoWyhBraCc

Lava Jato defends arrest in 2nd instance as anti-corruption weapon - News - R7 Brasil

2 views



Hot News 24/7
Published on Mar 17, 2018




Lava Jato defends arrest in 2nd instance as anti-corruption weapon - News - R7 Brazil After two days of meetings in Porto Alegre, the Republican prosecutors involved in the Lava Jato task force lined up the speech to defend the arrest of convicted defendants in second instance. For the members of the Federal Public Ministry, the maintenance of this resource is fundamental to combat ... Thanks for watching !!!!

Category
News & Politics
License
YouTube Standard License
(I.e.

SOURCE / LINK: https://noticias.r7.com/brasil/lava-jato-defende-prisao-em-2-instancia-como-arma-anticorrupcao-16032018




Brazil Lava Jato defends imprisonment in 2nd instance as anti-corruption weapon
Share Tweet
Lava Jato defends arrest in 2nd instance as anti-corruption weapon
Attorneys for the Republic of Brasilia, São Paulo, Rio de Janeiro and Curitiba met in Porto Alegre to deal with the 4 years of operation
    • Brazil
                        ▪ Agência Brasil, with Estadão Content and R7
    • 3/16/2018 - 6:25 PM
Share Tweet
A- A +

Attorneys Dallagnol (PR), Sanseverino (PGR), Maria Emília (RS), Carlos Aguiar (RJ) and El-Hage (RJ)
Press Release / Ascom PRR4 - 16.03.2018
After two days of meetings in Porto Alegre, the Republican prosecutors involved in the Lava Jato task force lined up the speech to defend the arrest of convicted defendants in second instance. For members of the Federal Public Ministry, the maintenance of this resource is fundamental to combat corruption in Brazil.
"If the STF [Federal Supreme Court] reverses its understanding of the imprisonment in the second instance, it will bury the fight against corruption and impunity in our country," said the head of the operation Lava Jato in Paraná, prosecutor Deltan Dallagnol.
Deltan and other prosecutors involved in the investigations met today and Thursday with the Attorney General of the Republic, Raquel Dodge, in Porto Alegre, to announce the balance of the four years of the operation.
The meeting happens on the eve of TRF4 (Federal Regional Court of the 4th Region) to judge the appeals of former President Luiz Inacio Lula da Silva against the sentence of 12 years and 1 month in prison. After reviewing the appeals, TRF4, which is a second instance court, may determine Lula's arrest. Lula is accused of favoring the OAS contractor in contracts with Petrobras. In return, according to the Federal Public Prosecutor's Office, Federal Court in Paraná and TRF4, the PT would have received a triplex apartment in Guarujá, São Paulo coast.
The arrest would follow the current understanding of the Federal Supreme Court (STF), which, in October 2016, authorized the arrest of convicts after second instance. As the decision was taken by tight majority (6 to 5), the case may return to the FTS for re-judgment. Lawyers for the former president also try to reverse the possible arrest in the Supreme Court.
During a press conference, Dallagnol stated that Lava Jato's future depends on the Supreme Court.
"That is our central concern today. If this understanding is maintained, the expectation is that, within a reasonable time, the vast majority of the defendants who have been convicted will serve their sentence within a short time perspective.
The regional prosecutor of the Republic of the 4th Region Maria Emília da Costa Dick also defended the arrest after conviction in second instance.
- There is already precedent of the Federal Supreme Court signed and we believe and we trust that it will remain. We understand that it was a hiatus from 2009 to 2016 when this vision was not possible.

It is the first time that the coordinators of the groups work in Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) and Brasília (DF), they hold a meeting to exchange information and discuss the work.
"We have to start to understand this


THE END