Google+ Followers

segunda-feira, 23 de julho de 2018

#CONGRATULATIONS TO THE IDEALIZERS AND PROMOTERS OF “UNITED AGAINST CORRUPTION #UnidosContraaCorrupcao” LARGE-SCALE CAMPAIGN AND AND ATTENTION REQUEST FOR THE ISSUE OF ELECTORAL TRANSPARENCY IN BRAZIL

JOIN:  https://www.facebook.com/groups/523499824734281/
#CONGRATULATIONS TO THE IDEALIZERS AND PROMOTERS OF “UNITED AGAINST CORRUPTION    #UnidosContraaCorrupcao” LARGE-SCALE CAMPAIGN AND AND ATTENTION REQUEST FOR THE ISSUE OF ELECTORAL TRANSPARENCY IN BRAZIL 













We also invite those you the signatories  of the “UNITED AGAINST CORRUPTION #UnidosContraaCorrupcao” LARGE-SCALE CAMPAIGN on August 5, 2018  to take to Brazilian Streets together



We, congratulate to the idealizers and promoters (Getúlio Vargas Foundation - FGV , the International Transparency Chapter Brazil and Transparency Intenational in the person of Mrs. Delia Ferreira Rrubio as well as many other intintiuições this Parabenization and Make a Request for Attention, and maybe even study for inclusion and with important question taken by Nonpartisan Groups, Institutions and others on "Issue of Electoral Transparency in Brazil" by the important and decisive initiative on behalf of the Amethyst group, of Suprapartidary Groups that yearn for all this and especially for the Brazilian people


ON THE PRELIMINARY REQUEST FOR A STUDY ON THE POSSIBILITY OF INCLUSION ON THE QUESTION OF ELECTORAL TRANSPARENCY IN BRAZIL ACCORDING TO LETTER SENT DO TI

BACKGROUND

In verifying the texts available and videos, the electoral question seems to be something central according to words in the texts of the said campaign, according to the extract extracted below:

"This year, the main weapon of Brazilians against corruption is the vote. We are going to elect a plural Congress that represents our diversity and that is formed by candidates with:
(1) past clean (clean records);
(2) commitment to democracy; and
(3) endorsement of the New Measures against Corruption "


However, in the main document (see LINK: https://www.cnm.org.br/cms/images/stories/Links/06062018_Medidas_Anti_Corrupcao.pdf), there was no clear and deserved and important mention "Question Electoral Transparency in Brazil "- focused by Groups as a Whatsapp Work called" Conclave for Democracy ".
Just to remind Thomas Korontai, Coordinator of the Convergences Group, he made a cordial, timely visit with subsequent sending of "OPEN LETTER TO INTERNATIONAL TRANSPARENCY - TERM CLOSING, reporting the question whose link of news in Converências is as follows:
<http://convergencias.org.br/carta-aberta-a-transparencia-internacional-prazo-encerrando/> and the letter itself
<http://convergencias.org.br/carta-aberta-a-transparencia-internacional/> for its President who met at the beginning of the year President Argentina Attorney of Cordoba, Delia Ferreira Rubio, and declared as President IT in Argentina, and current President of Transparency International in Berlin, Germany and in an interview during his Transparency International Management of Argentina through interview, in which he demonstrates good knowledge about Electronic Vote, during interview for a Radio on the following title "Interview with Delia Ferreira Rubio on the electronic voting (AM 1110, 11/26/2016) "and that we have made a publication in Our Blog of the Amethyst Group, see below:

BRAZIL IN UNÍSSONO / THE CRY IN UNISON: Interview with Delia Ferreira Rubio on the vote ... http://bradoemunissono.blogspot.com/2018/07/entrevista-delia-ferreira-rubio-sobre.html?spref=t

We believe that this campaign is clearly unquestionable national and international interest, but that allied to the proponents of Electoral Transparency in Brazil, may favor efforts to change the Brazilian scenario favoring the improvement of socio-economic modification after election of managers and parliamentarians who can truly represent the suffering Brazilian people better and promote the real changes necessary for the progress of the country and the improvement of its people.
And, in this sense the street movements are fundamental and necessary for the sensitization and implementation of actions like this that will happen on August 5, 2018 and that we would like UNITED STATES AGAINST CORRUPTION AND IN FAVOR OF EFFECTIVE ELECTORAL TRANSPARENCY IN THE 2018 ELECTIONS.


Gilberto Martins Borges Filho.’.
Coordinator of the Amethyst Group and on behalf of Suprapartidary Groups that seek real improvements of our country and especially the Brazilian People.


==//==





Skip to main content 





Portal FGV
X
    • Area of Interest
    • Units
    • Centers & Divisions


    • Por
    • 中文





Law
07 June 2018
Anti-corruption package launched by Transparency International and FGV Law Schools
Considered the largest anti-corruption package ever developed in the world, the initiative is a collaborative effort involving experts from several institutions, who drew up and reviewed the proposals that will be submitted to Brazil’s National Congress.
Share
On June 5, Transparency International and FGV’s Rio de Janeiro Law School (FGV Direito Rio) and Sao Paulo Law School (FGV Direito SP) launched a package with 70 anti-corruption measures in Brazil. Considered the largest anti-corruption package ever developed in the world, the initiative is a collaborative effort involving experts from several institutions, who drew up and reviewed the proposals that will be submitted to Brazil’s National Congress.
“Our political system is completely disorganized, with parties struggling to articulate with society to build an anti-corruption agenda. Therefore, the advancement of this purposeful agenda within the universities came naturally, with the partnership with Transparency International to draft new measures against corruption”, said the Coordinator of Direito Rio’s Center for Justice and Society (CJUS), professor Michael Freitas Mohallem, who opened the event alongside the Director of Transparency International in Brazil, Bruno Brandão.
Coined “New Measures Against Corruption”, the mega-package aims to reinstate the public debate that ended prematurely in Congress during the voting of the so-called “Ten Measures Against Corruption”, drawn up by the Public Prosecutor’s Office. At the time, one of the main criticisms pointed to the lack of space for other experts, social and academic organizations to participate and discuss one of the country’s most relevant topics in recent years.
The proposals seek to review some points that have already been discussed, in addition to adding new outlooks and content for a renewed agenda of anti-corruption reforms. Based on the compilation of national and international best practices and collaboration among several sectors of Brazilian society, the partners built a platform of proposals for legislative, administrative and institutional reforms, with the goal of fostering public debate focused on the systemic roots of corruption, as well as offering permanent and long-term resolutions. The initiative includes draft bills, constitutional amendment bills, draft resolutions and other rules to control corruption.
To develop the 70 new measures against corruption, the partners consulted 373 institutions over a year and a half of work, in a process involving more than 200 experts, writers and reviewers. In addition, 912 people participated in the public consultation step of the process, proposing amendments to the projects developed. The result of this initiative is available for free on FGV’s Digital Library website.
Related news
More news 
    • 
      Institutional
      New digital platform provides quick Brazilian election information
    • 
      Law
      China in focus: FGV professor is selected for academic program in the Asian giant
    • 
      Law
      Legal experts will discuss investment facilitation during webinar
Latest news
    • Economics
      Industry and Trade suffered greatest impact of truck drivers’ strike in Brazil
    • Administration
      BRICS experts discuss governance at conference in South Africa
Programs
more programs 
    • 
Events
More events 
    • 
      23 July 2018
      Administration Brasilia
      2nd Executive Education Forum, Federal District
Videos
More videos 
    • 
      Think tank
      Supporting cast parties, but too large to be ignored
RECEIVE NEWS FROM FGV



    • 
    • Education
        ◦ Undergraduate
        ◦ University Entrance Exam
        ◦ Undergraduate (Distance Learning)
        ◦ Digital High School Course
        ◦ Graduate and MBA
        ◦ Executive Alumni
        ◦ Master's and PhD
        ◦ Quality Certification
        ◦ Continuing Education
        ◦ In Company
        ◦ Online
    • RESEARCH
        ◦ Research, Theses & Publications
        ◦ Periodicals

    • STAY CONNECTED
        ◦ Videos
        ◦ News
        ◦ Events
        ◦ Social media
    • TECHNICAL ADVISORY
        ◦ Projects & Public Exams
    • Books
        ◦ Bookstore
        ◦ FGV Press
        ◦ Library System
    • Indexes
        ◦ Economic Indexes
    • About FGV
        ◦ Institutional
        ◦ Contact Us
        ◦ Career Opportunities
        ◦ Press Office
        ◦ 70 Years
    • FGV APP
        ◦ Download
    • FGV Websites
        ◦ Visit our websites
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 

© FGV 2018 Webmail Privacy PolicyEthics and complianceAcademic OmbudsmanDeclaration of Discharge


Any opinions expressed by Fundação Getulio Vargas’s staff members, duly identified as such, in articles and interviews published in any media, merely represent the opinions of these individuals and do not necessarily represent the institutional viewpoints or opinions of FGV. FGV Directive No. 19 / 2018.

==//==

#PARABENIZAÇÃO E UM PEDIDO DE ATENÇÃO PARA QUESTÃO DA TRANSPARÊNCIA ELEITORAL NO BRASIL AOS IDEALIZADORES E PROMOTORES DA CAMPANHA #UnidosContraaCorrupcao   


Vimos através deste Parabenizar e Fazer um Pedido de Atenção, e quem sabe até estudo para inclusão e com  de importante questão levada por Grupos Suprapartidários, Instituições e outras sobre “Questão da Transparência Eleitoral no Brasil” aos  idealizadores e promotores (Fundação Getúlio Vargas - FGV, a Tranparência Internacional Capítulo Brasil e Transparency Intenational na pessoa da Sra  Delia Ferreira Rrubio  bem como tantas outras intintiuições pela importante e decisiva iniciativa em nome do grupo Amethyst, de Grupos Suprapartidários que anseiam por tudo isto e sobretudo pelo povo brasileiro


SOBRE PEDIDO PRELIMINAR DE  ESTUDO  DA POSSIBILIDADE DE INCLUSÃO SOBRE A QUESTÃO DA TRANSPARÊNCIA ELEITORAL NO BRASIL 

BACKGROUND

Ao fazermos verificação de textos disponibilizados e vídeos, a questão eleitoral parece ser algo central  segundo palavras nos próprios textos  da referida  campanha conforme trecho extraido abaixo:

“Neste ano, a principal arma dos brasileiros contra a corrupção é o voto. Vamos eleger um Congresso plural, que represente nossa diversidade e que seja formado por candidatos com: 
(1) passado limpo; 
(2) compromisso com a democracia; e 
(3) endosso às Novas Medidas contra a Corrupção” 


Contudo , verificado no documento principal (vide LINK: https://www.cnm.org.br/cms/images/stories/Links/06062018_Medidas_Anti_Corrupcao.pdf ), não foi feito menção clara e merecida e importante “Questão Transparência Eleitoral no Brasil” – foco Grupos como um de Trabalho do Whatsapp denominado “Conclave pela Democracia”.
Somente para recordar Thomas Korontai, Coordenador do Grupo Convergências, fez cordial, oportuna visita com subsequente envio  de “CARTA ABERTA À TRANSPARÊNCIA INTERNACIONAL – PRAZO ENCERRANDO, relatando a questão cujo link da notícia no Converências é o seguinte:
<http://convergencias.org.br/carta-aberta-a-transparencia-internacional-prazo-encerrando/>e da carta propriamente dita
<http://convergencias.org.br/carta-aberta-a-transparencia-internacional/>  para sua Presidente que conheceu no início do ano  Presidente Advogada Argentina de Córdoba,  Delia Ferreira Rubio, e declarou enquanto Presidente TI na Argentina, e atual Presidente da Transparência Internacional em Berlim, Alemanha e em uma entrevista durante sua Gestão da Transparência Internacional da Argentina mediante  entrevista, na qual demonstra bons conhecimentos  sobre Voto Eletrônico, durante entrevista para uma Rádio sobre o seguinte título “Entrevista a Delia Ferreira Rubio sobre el voto electrónico (AM 1110, 26/11/2016)” e que fizemos uma publicação em Nosso Blog do  Grupo  Amethyst, veja abaixo:

BRADO EM UNÍSSONO/THE CRY IN UNISON: Entrevista a Delia Ferreira Rubio sobre el voto el... http://bradoemunissono.blogspot.com/2018/07/entrevista-delia-ferreira-rubio-sobre.html?spref=t

Pensamos que a referida campanha é de nítido inquestionável interesse nacional e internacional, mas que aliada aos defensores da Transparência Eleitoral no Brasil, poderão favorescer potencializar esforços no sentido de uma mudança do cenário brasileiro favorescendo para melhoria das codições sócio-economicas com eleição de gestores e parlamentares que possam realmente representar melhor o tão sofrido povo brasileiro e promover as reais mudanças necessárias para o progresso do pais e melhoria de seu povo.
E, neste sentido os movimentos de rua são fundamentais e necessários para sensibilização e implementação de ações como esta que está acontecerá em 05 de agosto de 2018 e que gostaríamos de UNIDOS CONTRA CORRUPÇÃO  E A FAVOR DE EFETIVA TRANSPARÊNCIA ELEITORAL NAS ELEIÇÕES DE 2018.


Gilberto Martins Borges Filho
Coordenador do Grupo Amethyst e em nome de Grupos Suprapartidários que almejam reais melhorias de nosso pais e sobretudo do Povo Brasileiro.

==//==




Pular para o conteúdo principal 





Portal FGV
X
    • Áreas de Interesse
        ◦ Administração
        ◦ Ciências Sociais
        ◦ Direito
        ◦ Economia
        ◦ Matemática aplicada
    • Unidades
    • Centros e diretorias


    • Eng
    • 中文





Direito
07 Junho 2018
Transparência Internacional e Escolas de Direito da FGV lançam pacote de medidas contra corrupção
A partir da compilação de melhores práticas nacionais e internacionais e da colaboração de vários setores da sociedade brasileira, construiu-se uma plataforma de propostas de reforma legislativa, administrativa e institucional, com o objetivo de promover um debate público orientado às causas sistêmicas da corrupção e de oferecer soluções permanentes para o seu enfrentamento no longo prazo.
Compartilhe
A Transparência Internacional e as Escolas de Direito do Rio de Janeiro (FGV Direito Rio) e de São Paulo (FGV Direito SP) lançaram, no dia 5 de junho, um pacote com 70 medidas para combater a corrupção no Brasil. Considerado o maior pacote anticorrupção já elaborado no mundo, a iniciativa é fruto da colaboração de especialistas de diversas instituições, que redigiram e revisaram as propostas que serão apresentadas ao Congresso Nacional.
“Vivemos um momento de desorganização do sistema político, com partidos em dificuldade de se articular com a sociedade para construir a agenda anticorrupção. Então, vimos com naturalidade o avanço dessa agenda propositiva no âmbito das universidades e assim nasceu a parceria com a Transparência Internacional para elaborar as novas medidas contra a corrupção”, destaca o coordenador do Centro de Justiça e Sociedade (CJUS) da FGV Direito Rio, professor Michael Freitas Mohallem, que fez a abertura do evento ao lado do diretor da Transparência Internacional no Brasil, Bruno Brandão.
Chamado de “Novas Medidas Contra a Corrupção”, o megapacote visa restabelecer o debate público precocemente encerrado no Congresso na época da votação das chamadas “Dez medidas contra a corrupção”, elaborada pelo Ministério Público. Na época, criticou-se a falta de espaço para participação de outras organizações sociais, acadêmicas e de especialistas para discutir um dos assuntos mais relevantes para o país nos últimos anos.
As propostas buscam revisar alguns pontos já discutidos, assim como agregar novas perspectivas e conteúdo para uma agenda renovada de reformas anticorrupção. A partir da compilação de melhores práticas nacionais e internacionais e da colaboração de vários setores da sociedade brasileira, construiu-se uma plataforma de propostas de reforma legislativa, administrativa e institucional, com o objetivo de promover um debate público orientado às causas sistêmicas da corrupção e de oferecer soluções permanentes para o seu enfrentamento no longo prazo. A iniciativa inclui anteprojetos de lei, propostas de emenda à Constituição, projetos de resolução e outras normas voltadas ao controle da corrupção.
Para elaborar as 70 novas medidas contra a corrupção, foram consultadas, ao longo de um ano e meio de trabalho, 373 instituições em um processo que envolveu mais de 200 especialistas, redatores e revisores. Além desses, 912 pessoas participaram da consulta pública, propondo emendas aos projetos desenvolvidos. O resultado dessa iniciativa está disponível gratuitamente no site da Biblioteca Digital FGV.
Notícias relacionadas
Mais notícias 
    • 
      Direito
      Aula aberta fala sobre startups, venture capital e private equity
    • 
      Institucional
      Nova plataforma digital fornece informação eleitoral rápida
    • 
      Direito
      China em destaque: professor da FGV é selecionado para programa acadêmico do gigante asiático
Últimas Notícias
    • Institucional
      Instituto de Desenvolvimento Tecnológico é credenciado pelo MEC com nota máxima
    • Economia
      Indústria e Comércio sofreram mais impacto com a greve dos caminhoneiros
Programas
mais educação 
    • 
Eventos
Mais eventos 
    • 
      22 Julho 2018
      Administração DF
      2º Fórum de Educação Executiva DF
Vídeos
Mais vídeos 
    • 
      Bate-papo
      A economia brasileira e os acordos internacionais de...
Receba as notícias da FGV



    • 
    • Educação
        ◦ Graduação
        ◦ Vestibular FGV
        ◦ Graduação Tecnológica
        ◦ Preparatório ENEM Digital
        ◦ Pós-Graduação & MBA
        ◦ Alumni Executivo
        ◦ Mestrado & Doutorado
        ◦ Certificação de Qualidade
        ◦ Cursos de Extensão
        ◦ In Company
        ◦ Cursos Online
    • Pesquisa
        ◦ Pesquisas, teses & publicações
        ◦ Periódicos
    • Acontece na FGV
        ◦ Vídeos
        ◦ Notícias
        ◦ Eventos
        ◦ Redes sociais
    • Assessoria Técnica
        ◦ Concursos e Projetos
    • Livros
        ◦ Livraria
        ◦ Editora FGV
        ◦ Biblioteca
    • Índices
        ◦ Índices econômicos
    • Por dentro da FGV
        ◦ Institucional
        ◦ Contato
        ◦ Trabalhe Conosco
        ◦ Sala de Imprensa
        ◦ Parceria Acadêmica
        ◦ 70 Anos
    • APP FGV
        ◦ Download
    • Sites FGV
        ◦ Visite nossos sites
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 
    • 

© FGV 2018 Webmail Política de PrivacidadeÉtica e ConformidadeOuvidoria AcadêmicaDeclaração de Quitação


As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19


THE END

Nenhum comentário:

Postar um comentário